Um estudante, um Kickstarter e o poder de uma vírgula

Essa matéria foi originalmente publicada na PlayTV em 03/10/13

http://www.playtv.com.br/games/artigo/entrevista/um-estudantekickstarter-e-o-poder-de-uma-virgula

Nesse domingo (30 de setembro de 2013), o Kickstarter de Neverending Nightmares foi financiado com sucesso. Ao final de seu período de arrecadação, esse jogo arrecadou pouco mais de US$ 106 mil, superando sua meta de US$ 99 mil.

Essa campanha foi criada por Matt Gilgenbach, que também desenvolveu o shoot’em up Retro / Grade. Após o fracasso comercial de Retro / Grade, Gilgenbach se afundou em depressão e durante esse difícil perído de sua vida, por mais que ele tentasse expressar para os outros o que estava sentido, ele não conseguia achar as palavras para isso.

A proposta de Neverending Nightmares é traduzir em forma de um game que reproduza como é o sentimento de sofrer de ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo para mostrar para outras pessoas que sofrem dessas doenças que elas não estão sozinhas e que são capazes de superar essas dificuldades. Confira abaixo, o vídeo que apresenta a proposta desse jogo, narrado por seu criador, Matt Gilgenbach.

No entanto, a jornada para alcançar a meta desse Kickstarter esteve repleta de emoção, principalmente para o estudante Gabriel Pereira, de 18 anos.

Gabriel contribuiu para ajudar o financiamento desse projeto com inicialmente 70 dólares. Durante a semana final da campanha, após conversar com sua mãe, psicóloga, e explicar para ela o conceito do jogo e o fato do Matt Gilgenbach, fundador do projeto, sofrer de ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo, sua mãe o autorizou a aumentar sua doação em 50 reais, em nome dela.

O drama de Gabriel – que felizmente durou pouco – começou quando ele decidiu aumentar sua doação para 95 dólares. Como o Kickstarter funciona baseado na moeda americana, a vírgula normalmente representa a separação entre os milhares e milhões. Portanto, ao digitar “95,00” o sistema completou automaticamente o zero faltante e computou a doação de Gabriel como sendo de 9,500, ou seja US$ 9.500.

Essa “generosa” contribuição de Gabriel para a campanha foi o suficiente para fazer com que a meta desse Kickstarter fosse alcançada. Infelizmente, quando ele tentou abaixar sua doação para uma quantia que pudesse pagar, o Kickstarter não permitiu pois o sistema do site americano impede que um apoiador reduza sua contribuição para um valor que faça com que uma campanha não seja mais fundada.

Assim como Matt Gilgenbach, Gabriel também sabe o que é sofrer de depressão. E quando esse infortúnio aconteceu, o garoto correu para os comentários explicar para os outros apoiadores o ocorrido na esperança de que eles o ajudassem. Felizmente, a seção de comentários do Kickstarter é um lugar onde a bondade prospera e após algumas horas o erro foi solucionado e todos, principalmente Gabriel, comemoraram aliviados que Neverending Nightmares foi fundado com sucesso.

neverending-nightmares-2

PlayTV – Qual seu nome, idade e profissão?

Gabriel Pereira – Gabriel Pereira Pinto, 18 anos e estudante.

 

PlayTV – Você joga videogame desde quantos anos?

GP – Desde que eu era criancinha então creio que com três ou quatr anos de idade,  visto que minha irmã mais velha tinha um Super Nintendo desde antes de eu nascer.

 

PlayTV – Você pretende seguir carreira no desenvolvimento de jogos?

GP – Sim, na verdade estou estudando para isso.

 

PlayTV – Em qual área você pretende atuar?

GP – A área que mais me atrai é área de criação, ou seja, o “game design” inicial, criação da história, universo, o story board e etc. Mas a parte que eu realmente mais amo e me interesso é o character design que é onde pretendo me especializar. Como não sou muito bom de desenho, venho fazendo cursos para melhorar essa parte, o que está exigindo bastante esforço.

 

PlayTV – Como sua família lidou com essa escolha para sua carreira?

GP – Bem, na verdade nunca me criticaram, sempre souberam que era uma carreira que tem bastante público e que se eu me esforçar muito eu consigo chegar onde eu quero.

 

PlayTV – O que te atraiu no Kickstarter de Neverending Nightmares?

GP – Primeiramente o gênero, apesar de não ser nenhum viciado e conhecedor de terror é um dos gêneros que eu mais gosto quando bem feito. Segundo, o design da parte gráfica [de Neverening Nightmare] que eu acho bem interessante, de ser esse tipo de  2.5D. E em terceiro lugar, o fato de ele ser baseado por uma pessoa que já passou por doenças mentais e está tentando reproduzir o que passou.

neverending-nightmares-3

Eduardo Emmerich – Reparei no seu perfil do Kickstarter, que Neverending Nightmares não é o único jogo que você contribuiu, certo? Quais outros Kickstarter’s você está participando (ou participou)?

GP – Exatamente, faz pouco tempo que conheço o Kickstarter, então no momento esou participando apenas de quatro [campanhas], sendo estes Mighty No.9 (projeto pelo qual conheci o Kickstarter); Shantae: Half-Genie Hero e Taxi Journey. Estes são os que estou ajudando no momento, mas os outros que quero participar também (e ainda não o fiz por questão de dinheiro) são Hyper Light Drifter e Knite & The Ghost Lights.

 

EE – O que te motiva a doar dinheiro para essas campanhas ao invés de comprar jogos de outras  formas “tradicionais” (lojas ou pela web)?

GP – Como disse, pretendo trabalhar com games, então ver pessoas colocando todo seu esforço, sonhos e projetos em um lugar que depende da ajuda dos outros me motiva a ajuda-los até por que eu espero estar lá algum dia. Além de que, agora que participei de alguns projetos vejo quão receptivo e legal participar de uma campanha dessas é onde as vezes até a sua opinião pode mudar alguma coisa. Porém, em relação a jogos “tradicionais” é só pensar bem, se eu não comprá-los eles vão estar lá a qualquer momento, mas se eu não ajudar um projeto do Kickstarter pode ser que talvez o jogo nunca exista.

 

EE – Sobre o Kickstarter de Neverending Nightmares, o seu erro acabou fundando essa campanha e resultou em uma arrecadação ainda maior do que a meta inicial. Como você se sente com isso, com seu erro gerado tantas coisas boas?

GP – Obviamente traz muita felicidade, principalmente por ter conseguido consertar meu erro com ajuda de todos, e mais feliz ainda por que é um projeto que está sendo significativo para mim por já ter passado por depressão e ser meu primeiro Kickstarter a acabar o tempo.

neverending-nightmares-4

EE – Como foi compartilhar seu problema na seção de comentários?

GP – No primeiro momento aterrorizante, não tinha a menor ideia de como todos iriam reagir, se eu iria consertar o problema e o pior era ainda que eu estivesse decepcionando todo mundo, visto que estávamos comemorando o projeto conseguir ser fundado.

 

EE – Matt Gilgenbach, o próprio criador dessa campanha chegou a interagir com você para resolver seu problema, correto? Como você se sentiu com isso?

GP – Exatamente, ele ficou sabendo do problema através da irmã dele que ligou para ele assim que leu meus comentários. Me senti melhor na hora, pois me deu muito mais confiança na hora de que tudo seria resolvido, já haviam alguns dias que estava conversando com ele através dos comentários. Matt é uma pessoa muito legal e atenciosa, então para mim foi gratificante ele não ficar “nervoso” nem “decepcionado” no momento mas sim tentando me ajudar ao máximo até a campanha ser fundada de verdade.

 

EE – Você já jogou a demo do jogo que está disponível? O que você achou?

GP – Sim, na verdade conheci o jogo através de vídeos de gameplay no Youtube, jogados por Pewdiepie e Mangaminx. Então, algumas partes da atmosfera de “terror” se perderam pois eu já esperava elas, mas ainda sim é uma coisa que te incomoda, te deixa inconfortável e consegue te dar sustos e  medo em certas partes.  A partir disso, consigo dizer que se eles trabalharem [no game finalizado] tão bem [quanto] na demo, o jogo final será uma grande adição para o gênero.

 

EE – Para finalizarmos, quais são seus jogos preferidos?

GP – Esta é uma pergunta muito difícil de se responder mas os primeiros que me vem à cabeça são a série de Mega Man X (tirando os dois últimos) , a série “Souls” de  Demon Souls e Dark Souls, Kingdom Hearts e a série de jogos de 999: Nine Hours, Nine Persons, Nine Doors.

neverending-nightmares-5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s